EFEITOS DA ESCÓRIA KR NA HIGIENIZAÇÃO DO LODO DE ESGOTO:

ELIMINAÇÃO DE PATÓGENOS E PRODUÇÃO DE BIOSSÓLIDOS PARA USO AGRÍCOLA

  • Bárbara Bermudes Siqueira
  • Luiza Tristão Cardoso
  • Aline Gonçalves Louzada

Resumo

A utilização do lodo de esgoto na agricultura condiciona-se a reduções significativas da concentração de patógenos, transformando-o em biossólido. Esse trabalho visa avaliar a higienização do lodo de esgoto da ETE Mulembá (Vitória/ES), através da utilização da Escória KR, gerada na dessulfuração do gusa em uma siderúrgica (Serra/ES). Utilizando-se a Técnica dos Tubos Múltiplos verificou-se o número mais provável (NMP) de c. termotolerantes e c. totais, enquanto a presença de Salmonella nas amostras foi determinada a partir da verificação do crescimento de colônias compatíveis com o gênero Salmonella em meios seletivos XLD Ágar e BGA. Após homogeneização do lodo de esgoto com escória KR, a elevação do pH no biossólido não obedeceu a exigência da Resolução CONAMA 375/06 para uso agrícola. Contudo, a medição efetuada foi semiquantitativa. As análises de c. totais e c. termotolerantes no lodo de esgoto indicaram inicialmente a quantidade de >1,6x104 NMP/g MS para ambos parâmetros. Houve redução para <18 NMP/g, após 15 dias de higienização no T3, apresentando-se de acordo com o requerido pela Resolução CONAMA 375/06 para o uso proposto. Contudo, não foi possível confirmar redução da presença de Salmonella através de testes bioquímico e, portanto, o resultado é inconclusivo para esse parâmetro.

Publicado
2018-11-01
Como Citar
SIQUEIRA, Bárbara Bermudes; CARDOSO, Luiza Tristão; LOUZADA, Aline Gonçalves. EFEITOS DA ESCÓRIA KR NA HIGIENIZAÇÃO DO LODO DE ESGOTO:. Revista Científica FAESA, [S.l.], v. 14, n. 1, p. 166 - 181, nov. 2018. ISSN 2316-7327. Disponível em: <http://revista.faesa.br/revista/index.php/Faesa/article/view/244>. Acesso em: 21 jul. 2019.