ELABORAÇÃO DE INSTRUMENTO PARA COLETA DE DADOS EM PARTURIENTES ADMITIDAS EM UMA MATERNIDADE MUNICIPAL DA GRANDE VITÓRIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA

  • Renato Borges Araujo FAESA
  • Daniela Malta Vieira Malta
  • Margareth Nunes Neves de Lazari
  • Mayara Nunes de Lazari

Resumo

INTRODUÇÃO: A sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE) é uma importante ferramenta orientadora do cuidado, eficaz e confere base técnico-científico à assistência. Assim o instrumento elaborado, propõe uma revisão do formulário anterior, proporcionando maiores dados a cerca do histórico de enfermagem e auxiliando na operacionalização da SAE, de forma a organizar registros de enfermagem em fase seqüenciada. OBJETIVO: descrever o processo de construção do instrumento de coleta de dados\histórico de enfermagem e exame físico que subsidiarão a elaboração das etapas subsequentes do processo de enfermagem junto às parturientes admitidas em uma maternidade municipal da Grande Vitória. METODOLOGIA: Estudo científico, do tipo relato de experiência, elaborado por discentes do 10º período do curso de graduação de Enfermagem do Centro Universitário FAESA, durante as atividades em um dos campos do Estágio Hospitalar, qual seja, uma maternidade municipal da Grande Vitória, Espírito Santo, Brasil. A elaboração do instrumento ocorreu durante o mês de Agosto de 2018 e teve como referência a literatura científica atualizada acerca do tema em questão. RESULTADOS E DISCUSSÃO: A vivência identificou que a documentação disponível na instituição para coleta e sistematização da assistência estava desatualizada, não contemplando pontos importantes, além de pouco espaço para evolução e descrição de aspectos subjetivos e sociais relevantes para intervenções e cuidados da enfermagem. A professora envolvida na atividade é enfermeira e preceptora da instituição de ensino, supervisionou a evolução dos alunos utilização do instrumento de coleta, que conferiu maior agilidade, eficiência e sistematização na elaboração dos registros, além de proporcionar maior segurança por parte dos acadêmicos durante as entrevistas junto às gestantes. O instrumento de coleta auxiliou na aplicação da SAE, identificação de vulnerabilidade, indicativo de intervenções bem como avaliação do constante do cuidado aplica. Apesar de a equipe de enfermagem da instituição não fazer uso do instrumento na sua totalidade, a preceptoria e coordenação do curso mostram-se favoráveis à adoção do método e reconhece a relevância desta iniciativa que confere ainda mais cientificidade, segurança no cuidado e articulação teoria-prática nas atividades do campo estágio curricular obrigatório.

Publicado
2018-11-13
Como Citar
ARAUJO, Renato Borges et al. ELABORAÇÃO DE INSTRUMENTO PARA COLETA DE DADOS EM PARTURIENTES ADMITIDAS EM UMA MATERNIDADE MUNICIPAL DA GRANDE VITÓRIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA. Anais da Jornada Científica e Cultural FAESA, [S.l.], p. 36 - 38, nov. 2018. Disponível em: <http://revista.faesa.br/revista/index.php/jornadaCientifica/article/view/424>. Acesso em: 21 jul. 2019.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##