OBSERVAÇÃO PARTICIPANTE E INTERVENÇÃO PSICOSSOCIAL JUNTO AOS VICENTINOS E ÀS FAMÍLIAS ASSISTIDAS

  • Isabelle Santos Eleoteiro FAESA
  • Carla Gomes Dalgolbo
  • Larissa Katiany Alves de Oliveira
  • Rafael Batista de Souza

Resumo

O presente trabalho teve início no primeiro semestre de 2018, como parte do Estágio Supervisionado Básico II, do curso de Psicologia da FAESA Centro Universitário. Este estágio possui base na área de Processos Psicossociais e nosso campo de atuação foi junto à Conferência Vicentina da Praia do Suá. O trabalho dos Vicentinos consiste numa atividade voluntária, baseada em preceitos católicos, destinada às famílias em situação de vulnerabilidade social localizadas aos arredores da Conferência. Caracterizada como “obra de caridade” ou “obra de assistência social”, dentre as ações realizadas pelo grupo Vicentino, destacam-se as visitas domiciliares e as entregas de cestas básicas e demais materiais como roupas, móveis e eletrodomésticos doados.


Nosso objetivo dentro desse grupo, como estudantes de Psicologia, foi de explorar e analisar o contexto no qual são realizadas tais atividades e, fundamentados através de estudos acerca do trabalho do psicólogo comunitário, contribuirmos promovendo a reflexão dos envolvidos, através de questões identificadas que pudessem ser articuladas e problematizadas, a fim de possibilitar o melhor desenvolvimento das ações tanto por parte dos Vicentinos quanto pelas famílias assistidas.


Ao final desse processo de observação participante, acompanhando as reuniões e demais atividades, destacamos duas necessidades a serem solucionadas dentro do próprio grupo: o recrutamento de novos membros para a realização das visitas e a criação da Conferência de Crianças e Adolescentes. Tal diagnóstico se concretizou na elaboração de dois projetos apresentados por nós e aprovados por eles, para a solução desses problemas, denominados “Gente” e “Sal da Terra”, respectivamente.


Materiais e métodos

Nosso campo social de supervisão de estágio é a Paróquia de São Pedro, localizada na Praia do Suá, Vitória/ES, onde são realizados nossos encontros e reuniões. Com início em março de 2018, tivemos uma pequena apresentação e acolhimento vindo do grupo dos Vicentinos, e a partir daí, acompanhamos suas rotinas conforme o trabalho executado às famílias assistidas, localizadas no morro do Jaburu, Vitória. As atividades dos Vicentinos são voltadas a dar apoio e ajuda à comunidade no que necessitam, como por exemplo: cestas básicas e móveis usados. No que diz respeito ao grupo de estagiários, as ações estão voltadas às visitas domiciliares e orientação psicológica das famílias assistidas.   


 


Resultados e discussão

A partir da análise das demandas levantadas no campo do estágio, foram identificadas duas necessidades a serem trabalhadas dentro do próprio grupo Vicentino: a insuficiência de membros que realizam visitas às famílias assistidas por eles, e a criação da Conferência de Crianças e Adolescentes.


Para elaboração e realização dos projetos apresentados, nos organizamos da seguinte forma: uma dupla ficou responsável pela proposta da criação da Conferência de Crianças e Adolescentes, enquanto a outra estagiária ficou responsável pela seleção e recrutamento de novos membros adultos para o ingresso imediato nas atividades do grupo.


O projeto “Sal da Terra” tem como propósito de recrutar e capacitar adolescentes e jovens para o trabalho Vicentino. Acontecerá através de três etapas 1) Fase um: Organização e execução de reunião de esclarecimentos; 2) Fase dois: Capacitação de jovens para obra de Vicentinos; 3) Fase três: Implantação da Conferência de Crianças e Adolescentes.


Na Fase um, serão organizadas reuniões de esclarecimento com o objetivo de elucidar qualquer dúvida que possa surgir a respeito do projeto e terá a presença do orientador de jovens Vicentinos. Essas reuniões também serão abertas para os jovens que tiverem interesse de participar. Na segunda Fase, serão elaboradas atividades (palestras e debates) com os jovens para que eles entendam qual é a importância do trabalho dos Vicentinos, eles terão a oportunidade de fazer visitas acompanhadas de um dos membros Vicentinos, participarão de entrega de materiais e cestas básicas para que assim a visão da realidade a qual os Vicentinos vivem seja ampliada. A terceira Fase, será a organização da Conferência de Crianças e Adolescentes (CCA). Todos os envolvidos nesse projeto irão participar da implantação, o encontro ocorrerá quinzenalmente aos sábados, com o objetivo de formação de integrantes, esclarecimento de dúvidas e trocas de experiências.


O projeto “Gente”, com a finalidade de ampliar o quadro de membros efetivos, acontecerá através de três fases: 1) Fase um: Divulgação e seleção, 2) Fase dois: Capacitação, e 3) Fase três: Encaminhamento ao grupo Vicentino.


Durante a Fase um será realizada a divulgação do processo de seleção entre os membros da Igreja de São Pedro, na Praia do Suá, através de mensagens/convites que serão lidas e distribuídas aos presentes, durante as principais missas do mês, com o e-mail de contato para a realização das inscrições dos interessados. A partir daí, agendaremos uma reunião para o primeiro contato com os interessados inscritos, na qual iremos esclarecer as ações realizadas no trabalho Vicentino e sanar eventuais dúvidas que possam vir a surgir. Após essa reunião, aos que permanecerem interessados em fazer parte do grupo, será dado o prosseguimento para a Fase dois do processo, que consiste na criação de um grupo no aplicativo Whatsapp, para que possamos facilitar nosso contato e agendamento das reuniões de capacitação, que acontecerão sempre aos sábados, numa sala agendada previamente, em horário concomitante com a reunião dos Vicentinos. Assim, os aspirantes poderão participar da reunião dos veteranos observando as atividades em andamento, e após a saída do grupo para as visitas, os aspirantes participarão da oficina de capacitação. A terceira e última fase se dará com o encerramento da nossa oficina e o encaminhamento ao grupo Vicentino. A partir daí eles entrarão em contato com a prática e, na semana posterior, realizaremos uma reunião entre todos os envolvidos no processo a fim de avaliarmos nossa intervenção e obtermos o retorno da experiência, tanto dos novos membros quanto dos veteranos.


 


Agradecimentos

Somos gratos ao grupo Vicentino da Conferência de São Pedro, que nos acolheram e se mostraram sempre receptivos e abertos a quaisquer que fossem nossas necessidades em relação ao desenvolvimento de nossos projetos, assim como cederam tempo e espaço dentro da Paróquia de São Pedro para que pudéssemos nos reunir em supervisão.


 


Referências

CONSELHO NACIONAL DO BRASIL DA SSVP. Regra da Sociedade de São Vicente de Paulo no Brasil. Rio de Janeiro: SSVP, 2015.


 

Publicado
2018-11-13
Como Citar
ELEOTEIRO, Isabelle Santos et al. OBSERVAÇÃO PARTICIPANTE E INTERVENÇÃO PSICOSSOCIAL JUNTO AOS VICENTINOS E ÀS FAMÍLIAS ASSISTIDAS. Anais da Jornada Científica e Cultural FAESA, [S.l.], p. 107 - 110, nov. 2018. Disponível em: <http://revista.faesa.br/revista/index.php/jornadaCientifica/article/view/439>. Acesso em: 14 nov. 2019.